Recall da KTM 1190 e 1290 Super Adventure



  

Modelos possuem problema no contato do modulador do ABS e do chicote elétrico.

A Kraftfahrzeuge Trunkenpolz Mattighofen, mais conhecida como KTM, iniciou o recall, na última terça-feira, dia 06 de dezembro, dos modelos de motocicleta 1290 Super Adventure no Brasil, 1190 Adventure e 1190 Adventure R, até o ano/ modelo 2016, contando com mais de 88 unidades. Acredita-se que houve uma falha na montagem que pode causar problemas no contato do modulador do ABS e do chicote elétrico. Caso o problema seja detectado, a empresa instalará de forma gratuita uma cinta para fazer a fixação dos cabos. Veja abaixo as principais dúvidas dos clientes em relação a recall:

  • O que é recall? Esta é uma convocação da empresa fabricante, quando constata que há um defeito no produto que pode colocar em risco a segurança ou a saúde do consumidor
  • Eu devo pagar pelo conserto? O Procon-SP informa que qualquer serviço realizado pelo fabricante, em recall, deve ser obrigatoriamente gratuito, já que ele não pode gerar nenhum prejuízo a quem comprou o produto. Caso o cliente tenha que se deslocar por uma longa distância ou até mesmo perder um dia de trabalho, por exemplo, pode requerer compensação destes prejuízos na Justiça.
  • E qual é o prazo que eu tenho para levar o veículo para inspeção do fabricante? Uma vez veiculado o recall, pela empresa, não há data limite para realizar. Mas, pode ocorrer da fabricante determinar um período de início e fim para este atendimento. Qualquer problema que se tenha, seja com o agendamento, demora para reparar ou mau atendimento, ele deve ser levado diretamente ao Procon de sua região.
  • Eu comprei o veículo usado. Tenho direito? Sim, o direito ao recall é também para quem fez a compra de usados. Quem comprou pode a qualquer momento pedir a inspeção em seu veículo.

Mesmo realizando um recall, o fabricante é sempre o responsável pelo produto, isto é, por ter colocado no mercado algo com defeito. Já em caso de acidente por conta desta falha da empresa, pode-se entrar com um processo, requerendo os seus direitos.





Para mais informações entre em contato com a KTM pelo e-mail contato@ktm.com.br ou telefone 0800-778-1234.

Gostou do nosso post? Conte para nós suas experiências e opiniões sobre o assunto! Esperamos!

Kika Akita



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *