Ducati Monster 797 – Lançamento no Brasil em 2018



  

Modelo deverá chegar ao país depois da Multistrada 950.

Em 2018 estreará no Brasil a novíssima Monster 797, que vem logo depois da Multistrada 950, que deve chegar ainda em 2017.

Embora estivesse programada também a chegada da Scrambler Sixty2 em território brasileiro, sua vinda foi cancelada. Segundo a fabricante, o motivo da desistência de trazer esse modelo se deve ao fato de seu preço ser muito compatível com o preço da Scrambler 800, já vendida no Brasil, não compensando assim a sua venda.

De acordo com a diretoria da Ducati, as motos Scrambler 800 e Scrambler Sixty 2 possuem características muito parecidas, com o diferencial apenas no motor, por isso seus preços são muito próximos, por isso a sua oferta no Brasil chega a ser inviável, pois aqui não existe a questão dos incentivos fiscais para motos de baixa cilindrada, diferentemente do que ocorre em outros países.

A BMW tem apostado para o Brasil, nos modelos de cilindradas mais baixas, mas possui a vantagem de ter a sua própria fabricação. Por sua vez, o fato da produção da Sixty ser em Bolonha, ainda faz com que seu preço não possa cair.

Segundo o diretor da fábrica italiana, a única forma de oferecer preços mais acessíveis em suas motos de cilindrada menor seria a partir de uma parceria com outras fabricantes que atuam no Brasil. Mas apesar de já ter existido algum comentário sobre essa possibilidade, no momento está descartada e por isso não podem entrar na concorrência deste segmento de motocicletas.

Em relação a uma fábrica própria no Brasil, mais precisamente em Manaus, esta possibilidade também está descartada. Pois a fabricante italiana monta seus modelos em um espaço que pertence a Dafra motos em Manaus.





Agora, no que refere a nova Monster 797, que já é garantia de chegar ao Brasil, ela é uma sequência da já fora de linha 796.

Quando o modelo 796 saiu de linha, foi substituída pela Monster 821, que foi produzida com um motor que possuía refrigeração líquida.

A Nova Monster 797 chega com o motor a ar, o que a deixa mais acessível. A previsão de preço, embora ainda não exista números exatos, estima-se que será maior que o preço da Scrambler.

Sirlene Montes



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *