Nova Vespa Elétrica chega em 2018



  

Modelo deverá ter autonomia para 100 ou 200 km.

A Vespa apresentou o seu primeiro modelo elétrico de scooter: a Elletrica, no Salão de Milão 2017, na Itália. No evento, a versão final foi apresentada, depois que apareceu como “conceito” em 2016. Mantendo um visual clássico, o lançamento é considerado a principal revolução na história da marca e a previsão é que a Elletrica chegue às concessionárias da Europa ano que vem.

Porém, no Brasil ainda não tem previsão de vendas, mas a marca atua no País desde 2016 por meio do grupo Piaggio. O preço ainda não está definido, mas a Elletrica na versão de entrada tem autonomia de 100 Kms e na versão Elletrica X de 200 Kms , além de um gerador que auxilia o motor elétrico. Para recarregar a bateria completamente, é necessário 4 horas. A potência máxima da Vespa elétrica é de 5,5 cavalos.

Outra novidade é que a BMW também apresentou o seu primeiro scooter de baixa cilindrada: o C 400 X, que tem um motor de 350cc de um cilindro, que alcança 34 cv. Pesando 204 kg, a scooter tem um quadro tubular com suspensão dianteira de 35 mm e também duplo amortecedor na parte traseira.

Os travões dianteiros do C-400X são duplos discos de 265 mm com pinças, que têm 4 pistons. Outro destaque é para o painel de informações TFT a cores, que conta com 6,5 polegadas. A moto é ideal para andar nas grandes cidades de forma rápida e eficaz.

A Yamaha também lançou na Itália a sua primeira moto de alta cilindrada com três rodas, sendo duas dianteiras. O modelo foi batizado de Niken e será vendido no mercado europeu. O preço ainda não está definido, mas as vendas serão feitas apenas por internet, por enquanto.

A tecnologia de três rodas, já foi empregada em outras scooters e o objetivo é fornecer segurança e estabilidade nas curvas. A Niken conta com motor de 3 cilindros da MT-09 e também 847 cc de cilindrada. Também acompanha freios ABS, controle de tração e um diferencial: quick shilfter, que é um assistente eletrônico, que deixa a troca de marcha mais rápida ao eliminar o uso da embreagem, facilitando o controle por parte do motorista.





Outra marca que apresentou a sua novidade foi a Kawasaki, que lançou o modelo Ninja H2 SX no Salão de Milão, que expande a linha de motos que tem o motor supercharged e pode alcançar até 210 cavalos de potência.

Na Itália, a Ducati apresentou o seu novo modelo de moto: Panigale V4, esportiva e que conta com 214 cavalos de potência. A V4 foi feita para a substituir a Panigale 1299 S, com 205 cavalos. É a primeira vez que a Ducati investe e aposta em um motor de 4 cilindros e será vendido a partir de 22.590 euros.

Com design esportivo, a V4 mantém a tradicional leveza nas suas versões. Por exemplo, na versão de entrada a moto pesa apenas 198 Kg e para S e Speciale 195 Kg. Outro destaque é que a V4 conta com vários sistemas eletrônicos como o de frenagem com derrapagem controlada. Também tem ABS para as curvas, quick – shift para subir e descer as marchas, modos de pilotagem e controle de tração. A V4 tem um desenho novo e tanto o motor quanto o chassi conta com a tecnologia da MotoGP.

No Salão de Milão, a Honda também apresentou a nova geração da CB1000R, que foi totalmente reformulada e aderiu a um visual mais retrô. Entre as principais novidades, estão o acelerador eletrônico e 3 modos de pilotagem. Além disso, a embreagem é assistida e a moto conta com sistema de anti-deslizante, que evita o seu travamento e fornece mais segurança para o piloto. O motor tem 4 cilindros e 998 cc.

O que você achou dos lançamentos? Deixe o seu comentário!

Por Babi



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *