A nova versão da scooter da Yamaha vem com novas atualizações que promete encantar seus usuários.

A Yamaha NMax 160 traz em seu modelo muitos atrativos. E a expectativa é que ela seja um grande sucesso em 2018. A nova versão da Yamaha vem com novas atualizações que promete encantar seus usuários.

NMax 160 tem design diferenciado

Um dos pontos mais atrativos dessa Scooter é seu design, que conta com 3 opções de cores que são: Black Eclipse (preto), Matt Red (vermelho) e S-White (branco metálico). Com cores tão lindas, fica difícil escolher uma só. O assento da nova Yamaha tem nova textura que são divididas em duas partes por uma costura e traz mais conforto para quem vai pilotar.

Além disso, as rodas dessa nova versão são pintadas de preto e lembram ainda mais as versões de scooter esportivas.

Ainda falando do design da Yamaha NMax 160, podemos destacar seus faróis de LED. Na opção de farol alto é possível ver uma terceira luz central acesa, já na opção de farol baixo é possível ver 2 feixes elegantes de luz.

Já o painel de treinamento é totalmente digital, o que podemos afirmar é que essa scooter é uma explosão de tecnologia.

Parte mecânica da Yamaha NMax 160

A parte mecânica dessa scooter conta a inovação VVA que significa atuação de válvula variável. Ela serve para permitir a variação na abertura e fechamento das válvulas de admissão do motor, e com isso ela gera economia frequente por seu melhor aproveitamento da queima de combustível.

A Yamaha NMax 160 tem motor monocilíndrico de 155cc, 4 tempos e possui comando simples no cabeçote, tem refrigeração líquida que consegue gerar a potência máxima de 15, 1v a 8.000RPe torque máxima de 1,5 gf.m aos 6.000 giros.

Em testes realizados a Yamaha NMax 160 chegou a fazer 42km por litro. Uma grande economia.

NMax 160 é fácil de pilotar

Outra notícia boa é que essa Scooter é fácil de pilotar, e por isso é indicada até para as pessoas mais inseguras. Ela possui total segurança e modernidade, que ajudam na hora em que se está pilotando. Além de ter o conforto em seu banco também.

Tipo de combustível usado

A Yamaha NMax 160 usa a gasolina como combustível, e talvez esse detalhe não agrade a todos. Porém, outros fatores positivos tornam esse detalhe muito pequeno.

Preço de mercado

A Yamaha NMax 160 tem o preço de mercado sugerido em R$ 11.690.00. Esse valor está ótimo pela potência dessa Scooter e por ser lançamento também. Talvez seja possível encontrar uma opção mais baixa de seu valor, dependendo do local onde ela será comprada.

Amortecedores diferenciados

Os amortecedores dessa scooter tiveram ajustes duplos na traseira, trazendo mais conforto para quem estiver pilotando a mesma. E esse é um detalhe que vai valorizar ainda mais esse modelo, pois existem muitas reclamações dessa parte mecânica em outros modelos de scooter.

Câmbio automático CVT

Outra informação bem legal sobre a scooter NMax 160, é que ela tem câmbio automático CVT e tanque de combustível com capacidade para 6,6 litros, discos de 230mm na dianteira e parte traseira e por fim o ABS de série e freios a discos nas duas rodas.

Ficha técnica

Motor – Refrigeração líquida, 4tempos, SOCH, 4 válvulas

Potência Máxima – 15,1 cv (8.000 rpm)

Cilindros – 1

Cilindrada Real – 155cm³

Torque Máximo – 1,5 kgf.m / 6.000 rpm

Capacidade do tanque (reserva) – 6,6L (1,4 L)

Sistema de partida – Elétrica

Pneu Dianteiro – 110/70-13M/C 48P

Pneu Traseiro – 130/70-13M/C 63P

Suspensão dianteira – Garfo Telescópico/ 100mm curso

Suspensão Traseira – Motor Balança / 90mm curso

Freio Dianteiro – Disco 230 mm

Freio Traseiro – Disco 230 mm

Peso – 127k

Conclusão final sobre a Yamaha NMax 160

Ela é uma scooter completa e com toda modernidade necessária, seu desempenho supera todas as expectativas e por isso tudo indica que ela será um grande sucesso de venda.

Por Cristiane Amaral

Yamaha NMax 160

Yamaha NMax 160


Nova scooter é lançada para concorrer com a Honda PCX 150.

A Yamaha está lançando duas motos ao mesmo tempo, as quais eram bastante aguardadas pelo público do Brasil, são elas: a MT-03, uma versão naked da esportiva R3 e a scooter NMax 160, o que reposiciona a marca no mercado depois da saída da Neo 115. As duas foram apresentadas no mais recente Salão Duas Rodas, que ocorreu no fim de 2015, e começarão a ser comercializadas nas lojas no mês de maio.

A companhia japonesa aposta na nova NMax 160 para bater de frente com a scooter mais vendida no país, atualmente, a Honda PCX 150, a qual passou recentemente por uma reestilização. Este novo modelo tem como principal destaque os freios a disco em ambas as rodas, equipadas com ABS de série. Desta forma, a nova Nmax 160 se torna, não apenas a primeira motocicleta da categoria a contar com esta tecnologia nos freios, mas também o veículo mais barato do Brasil a possuir ABS. O valor sugerido pelo modelo é R$ 11.390, sendo que a mesma estará disponível em 3 cores: na cor branca, cinza fosca e vermelha. A concorrente, a Honda PCX é comercializada em duas versões a STD e a DLx, que custam R$ 10.814 e R$ 11.234 respectivamente, porém não contam com freio ABS, nem mesmo como opcional.

Outra novidade da nova scooter é seu motor 160, que na realidade conta com 155 cilindradas e é refrigerado a líquido, possui comando de válvulas variável VVA – o qual funciona da seguinte forma: acima dos 6 mil rpm ativa o comando de alta, sendo desativado quando atinge menos de 5.500 rpm e atua o comando de baixa. Através dessa tecnologia, é permitido realizar uma variação no tempo e na abertura da válvula, proporcionando assim, uma melhoria no torque e na economia em momentos de baixas rotações e em altas proporciona a potência.

Visualmente, o modelo se destaca pelo desenho compacto e moderno, possuindo faróis e freios com lâmpadas de LED, o que dá um brilho especial ao conjunto de luzes. Possui também um acabamento requintado com plásticos com texturas. O tanque conta com 6,6 litros, centralizado e é possível abastecer sem elevar o banco. Possui um peso total de 127 kg.

Por Filipe Silva

Yamaha NMax 160

Yamaha NMax 160

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: