Modelo chega às concessionárias custando cerca de R$ 33 mil.

A Yamaha anunciou no fim de março a linha de motos naked XJ6N 2018, com algumas modificações. Um dos destaques do modelo com média cilindrada são as novas cores disponíveis: Racing Blue (azul metálico) e Matt Grey (cinza fosco metálico). O preço sugerido para a nova versão é de R$ 33.900.

O que a moto oferece

De modo geral, a fabricante manteve alguns pontos importantes da Yamaha XJ6N 2017, como o seu tradicional “ronco”, motor de 600cm3 de 4 cilindros, de 77,5 CV de potência, cilindro 4-2-1 e 6,09 kgf.m de torque. O design também continua com certa robustez e linhas musculosas.

Segundo comunicado oficial da Yamaha, com essas características a moto proporcionará melhor ergonomia e servirá para diversos tipos de objetivos. Dessa forma, trabalhará bem em baixa e média rotação, sendo um ótimo meio de transporte para diversão, em trajetos urbanos ou estradas.

De série, a XJ6N 2018 trará freio a disco, controle de frenagens, ABS em ambas as rodas, além de suspensão traseira Monocross com sete níveis de regulagem. Outra mudança na linha é que a carenagem do farol terá a mesma cor da motocicleta, enquanto o banco será bipartido e contará com ajuste de altura. Provavelmente essas características poderão atrair diferentes tipos de clientes.

Apesar de ser uma boa moto, muitos motociclistas interessados nesse tipo de modelo poderão optar por outras marcas ou linhas de mesmo padrão, pois a fabricante não tem inovado tanto no modelo Yamaha XJ6N. A prova disso é que alguns pontos básicos, como o motor, continuam praticamente os mesmos. Talvez essa ideia não venha agradar tanto seu público-alvo. Mas isso só estará certo quando a XJ6N 2018 passar de fato a ser vendida.

Ficha técnica básica da Yamaha XJ6N 2018

· Dimensões: 2120mm (comprimento) x 770mm (largura) x 1085mm (altura).

· Peso: 210kg.

· Motor: 600cc.

· Torque máximo: 6,09kgf.m/8500rpm.

· Potência máxima: 77,5CV.

· Partida: elétrica.

· Combustível: gasolina.

· Capacidade do tanque: 17 litros (3,2 litros de reserva)

· Câmbio: 6 velocidades.

· Embreagem: multi-disco.

· Freios: disco hidráulico com sistema anti-bloqueio.

· Pneu dianteiro: 120/70 Metzeler.

· Pneu traseiro: 160/60 Metzeler.

· Chassi: diamante.

A Yamaha XJ6 no Brasil

A linha XJ6 da Yamaha já está no Brasil desde 2010. O conceito em volta da marca era de apresentar uma naked média com equilíbrio em todo o seu conjunto, ou seja, sem primar tanto por uma alta potência.


Modelo é a primeira moto de média cilindrada da montadora. Ainda não foram divulgados os preços da motocicleta.

A grande fábrica alemã Bayerische Motoren Werke, também conhecida como BMW, lançou oficialmente na semana passada, dia 11 de novembro, na Europa, sua primeira moto de média cilindrada, a naked G 310 R. Segundo a BMW, trata-se de uma moto dinâmica, potente e leve. É uma versão da série, lançada em outubro, em São Paulo, a G 310 Stunt.

A empresa vem com essa novidade com o objetivo de atingir uma parte nova do mercado. A BMW quis dar ao modelo G 310 R uma maior versatilidade, já que seus usuários a utilizarão tanto na cidade quanto na estrada.

O nova moto tem 313 cilindradas de capacidade, possui apenas um cilindro e conta com comando duplo no cabeçote (DOHC) em suas 4 válvulas, refrigerado a água e injeção eletrônica de combustível. Um ponto interessante é a questão do motor ter um ângulo de inclinação para trás de 180 graus, o que deixa um grande espaço na parte da frente, onde se encontra o sistema de admissão. O motor a 7500 RPM de torque, 9500 RPM e 2,9 kgf.m atinge uma potência máxima de 34 cavalos. O peso do conjunto é de 158, 5 kg, resultando na relação entre peso-potência de 4,6 kg/cv.

O modelo foi desenvolvido na Alemanha e será produzido na Índia, também sendo montado na cidade brasileira de Manaus, o que está previsto para ocorrer no segundo semestre de 2016.

O chassi da versão é feito em tubos de aço. Na parte da frente a moto possui garfo telescópico invertido, enquanto que na traseira a moto conta com um único amortecedor e uma balança mais longa, que facilita a estabilidade da moto. Os freios ABS serão a novidade do modelo, onde na frente é equipada com apenas um disco de 300mm de diâmetro e na traseira disco de 240mm. As rodas são de 17 polegadas. O painel vem com uma tela de LCD para a apresentação de todas as informações necessárias.

O preço ainda não foi divulgado, mas segundo o diretor-geral da marca, será bem competitivo.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA





CONTINUE NAVEGANDO: