Recall Yamaha – Modelos R3 e MT-03




Foram encontrados problemas na alavanca de mudança de marcha e uma inconformidade na fabricação da mangueira do radiador.

Os proprietários das motos R3 e MT-03 estão sendo convocados a comparecer nas concessionárias Yamaha para realizar a substituição da mangueira do radiador.

O motivo é que foi constatada uma inconformidade na fabricação da mangueira do radiador.


Este defeito causa o vazamento do líquido arrefecido do motor, que consequentemente pode atingir o condutor ou o passageiro, causando, com isso, queimaduras na pele, já que o líquido expelido é quente e ácido.

Nos modelos 2016 a 2018, também foram detectados problemas na alavanca de mudança de marcha.

Devido a esse defeito de fabricação poderá ocorrer a quebra da peça, impossibilitando a mudança de marchas, o que poderia causar o risco de acidentes e ferimentos aos usuários. E o pequeno vilão responsável por tudo isso é a mola da alavanca de mudança de marcha.


A moto Yamaha R3 é muito apreciada por motociclistas que gostam de motos mais robustas e velozes. Com acelerações poderosas para uma moto de 167 quilos, ela é capaz de fazer o piloto chegar à velocidade de cruzeiro de 100 Km/h com certa facilidade. A sua estrutura tem o mínimo de vibração, resultado da tecnologia DIASIL, que é patenteada pela marca. Os 80% de alumínio e 20% de silício na composição do cilindro melhoram a dissipação de calor.

A R3 é uma moto pequena e fácil de ser pilotada. Sua suspensão dianteira com tubo interno de 41mm facilita as manobras nas curvas.

A suspensão traseira do tipo monocross possui um amortecedor traseiro e tem o garfo longo, o que diminui bastante o balanço da parte traseira evitando o movimento de pêndulo.

Outra vantagem é que o piloto não precisa se curvar muito para pilotá-la, o que proporciona mais descanso durante o uso urbano. A rigidez do quadro de aço tipo diamante da R3 proporciona uma excelente resistência e durabilidade. Por outro lado, os pneus da marca Metzeler não são os mais indicados para motos esportivas, visto que desgarram um pouco do asfalto em situação limite, exigindo um certo grau de perícia do piloto para estabilizar a moto. O visual da R3 foi baseado no modelo R1 dando-lhe a robustez de uma 600. Para completar todo esse design possui luz sinalizadora de passagem de marcha no painel digital, além de aviso do tempo para a troca de óleo.

A MT-03, também não fica para trás quando o assunto é potência, conforto e beleza. Praticamente é uma R3 sem carenagem, e tem até o mesmo modelo de painel, contudo, com o guidão colocado na mesa superior, e apoiado por duas castanhas. A posição de pilotagem é menos cansativa, permitindo que o tronco do piloto fique mais ereto. O banco do garupa tem um ressalto que evita que este escorregue para a frente nas frenagens. O motor em rotação chega a atingir 11.000 rpm mostrando todo o poder do motor e sua velocidade.

Possui um equilíbrio em curvas bem similar ao da R3, além de um conjunto de suspensões bem esportivo, com bengala 41mm rodas de alumínio 17 polegadas e pneu traseiro 140. Os freios são bem balanceados, o que permite muita segurança na pista.

Resumindo, a MT-03 é uma moto completa, aliando velocidade e conforto ao piloto, podendo ser usada tanto dentro da cidade como nas estradas, no entanto, ela é mais indicada para percursos longos.

Simplificando em poucas palavras, são duas motos que merecem a total confiança do consumidor, e mesmo que apresentem esses defeitos de fábrica, o conjunto da obra em si não fica comprometido, tampouco, a expectativa daqueles que gostam de motos esportivas.

Por Defilho

Yamaha R3 e MT-03

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *