Confira aqui o preço e a avaliação da nova Honda CRF1000L Africa Twin 2017.

A Honda é com certeza uma marca que é líder em motocicletas. E agora a grande novidade é a nova Honda CRF-1000L Africa Twin, que se caracteriza por ser uma máquina que pode ir a todo e qualquer lugar. Ela deve estrear aqui no Brasil no segundo semestre de 2017 e traz o nome de África Twin de um modelo que já rodou por aqui, mas que a alguns anos foi retirada do mercado, mas que deixou muitos admiradores.

Porém, o mais importante e mais marcante dessa motocicleta é a retomada do perfil “go anywhere”, que representa esse espírito de que com ela pode-se ir a qualquer lugar, típico das motos mais antigas que atuavam em ralis africanos com muita eficiência.

A nova Honda foi desenvolvida para rodar no asfalto, na estrada de terra, nas montanhas desérticas, tudo isso usando pneus mistos. Por sua vez, com o uso dos pneus de trilha, ela desempenha muito bem nas “ramblas” desérticas que são compostas por pisos do tipo aluvião, além de ser excelente para raízes, lamas, ribeiras, pedras e areia.

Quem realizou todas essas avaliações, rodando por quilômetros, foi o multicampeão Jean Azevedo, profissional em Rali.

A Honda CRF foi planejada com foco na versatilidade e na simplicidade de uso. Seus freios são ABS, oferecendo ao piloto a opção de desligamento da parte traseira. Além disso, ela também possui um controle de tração que se realiza em três níveis e que podem ser desativados também. Dessa forma, assim se configura a sua parte elétrica.

Uma outra característica interessante da África Twin é o fato de seu banco oferecer a opção de duas posições de altura. Sendo a posição original de 870 mm ou a outra opção de 870mm, um pouco mais baixa, e que não oferece nenhuma dificuldade para ajustar. Mas o melhor é que as duas posições são muito confortáveis, o que é muito importante, principalmente pela finalidade de seu uso.

Enfim, a Honda CRF 1000-L África Twin não deixa nada a desejar às suas concorrentes e que apesar de não ter uma extensa lista técnica, é extremamente eficiente, o que foi atestado pelo Jean Azevedo.

Sirlene Montes


Confira aqui o preço e as principais novidades da Honda CB 650F 2016.

A Honda anunciou a nova CB 650F no Salão de Milão deste ano. A base é a mesma, porém, o visual e o motor passaram por algumas modificações.

Começando no motor de 4 cilindros e 649cc, que ganhou alguns cavalos após a redução na relação das marchas. Ela está agora com 91 cavalos de potência a 11.000 rpm, 4 cavalos a mais que a versão encontrada hoje no mercado, que é de 87. Devido ao encurtamento das carenagens laterais, o motor ficou mais exposto do que a atual CB.

A autonomia da versão apresentada na Europa, segundo a Honda, é de mais de 350 quilômetros com o seus tanque de 17,3 litros.

Na parte dianteira, a nova CB 650F está com o garfo novo, da Showa, e os faróis e lanternas são de LED.

Não foram muitas as informações técnicas divulgadas nesta apresentação, mas se sabe que a garantia é de 3 anos sem limite de quilometragem e o freio ABS agora é de fábrica.

A Honda CB 650F chegou ao Brasil em 2014 para substituir a CB 600F Hornet e o preço de lançamento na época era de R$ 28.990,00 (com os freios ABS) ou R$ 31.190,00 (sem os freios ABS). Ambas com câmbio de seis marchas e nas cores vermelho e preto. A assistência técnica e o resgate era aqui no Brasil e em mais cinco países: Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Anúncios em alguns sites especializados em compra e venda de motos na internet, mostram que a CB 650F ano 2016 custa por volta de 37 mil reais e a versão CBR 650F por volta dos 39 mil reais.

Uma curiosidade, a sigla "CB" significa Citzen Band ("Faixa do cidadão", em inglês). O acréscimo da letra R coloca o moto como sendo Racing, de corrida.

Um comparativo feito pela revista "Quatro Rodas" mostrou que a CB 600F atual é mais rápida do que a CB 750F de 1972. Imagina como a nova CB 650F pode ser.

Muito se evoluiu nos últimos 40 anos, as motos ficaram mais potentes, mais leves, mais modernas. Mas o prazer de pilotar uma moto, isso sim não muda. Seja prudente no trânsito e se beber, não dirija.

Por: Fernando Dias


Modelos chegam mais caros e em novas cores.

Quem é simplesmente apaixonado pelo mundo sobre duas rodas vai adorar a novidade que a Honda anunciou para os fãs de motocicletas. A divulgação, feita na última sexta-feira, dia 5 de agosto, é sobre a nova linha de 2017 dos seus famosos modelos e líderes de venda CG 160 Fan e CG 160 Titan.

Sem alterações na parte mecânica das motos, a grande novidade anunciada foi em relação às novas opções de cores, que vão dar o que falar. Com garantia extendida de três anos e englobando também sete trocas de óleo gratuitas, as novas linhas serão oportunizadas, a partir já deste mês, nas cores vermelha sólido e preta para a versão Fan e nas cores vermelho perolizado e preto no modelo Titan. Além disso, quem gosta de mudar e quer sempre inovar na customização de sua motocicleta poderá optar por novas cores nas faixas do veículo, sendo as opções de tonalidades em nuances de verde ou laranja, que combinam perfeitamente com a carroceria.

Honda CG 160 Titan

Apesar destas mudanças, o motor continua sendo o mesmo dos antigos modelos, tratando-se portanto de um motor monocilíndrico Over Head Camshaft (OHC), composto por quatro tempos e arrefecido a ar e com injeção eletrônica caracterizada pelo Programmed Fuel Injection (PGM-FI). Além disso, o propulsor é de 162,7 cm³, o que gera 15,1 cavalos a 8.000 e, ainda, 1,54 kgfm a 6.000 rpm. É importante destacar que este vai atrelado a um câmbio que possui cinco marchas.

Além disso, a nova linha apresenta um equilíbrio maior na utilização de freios, sendo isto possível através da tecnologia utilizada pelo CG 160 Titan, configurando a Combined Brake System, a tecnologia CBS. Sendo assim, logo que o freio traseiro é acionado, o sistema de freios automaticamente ativa o freio dianteiro.

Honda CG 160 Fan

Gostou? Pois as motos Honda CG 160 Titan e Fan já estão disponíveis nas concessionárias para quem quer visualizar e saber mais de suas especificações. Porém, já é preciso saber de antemão que o valor destas está um pouco mais salgado do que as versões anteriores. Com tanta novidade, a Honda CG 160 Titan está sendo comercializada pelo valor de tabela aproximado de R$ 9.970. A versão anterior era de R$ 9.755, o que representa um aumento de R$ 215. Já o modelo Fan está custando R$ 8.720, preço superior aos R$ 8.390 anteriores. Sendo assim, o mesmo representa um acréscimo de R$ 330.

Kellen Kunz


Primeiras imagens da nova moto são divulgadas em vídeo da Honda.

Recentemente foram divulgadas em um vídeo na Indonésia, as primeiras imagens da nova mota esportiva da Honda, de baixa cilindrada. A motocicleta ainda não tem nome oficial, mas provavelmente se chamará CBR 250RR. Este conceito foi apresentado no Salão de Tóquio 2015, mas tem tudo para logo ganhar as ruas. Mas, se você se perguntou o que são os dois “R’s” no provável nome da moto, saiba que ele faz referência a um “upgrade” em esportividade, nas atuais versões CBR 250R ou CBR 300R.

Mas, o que se pode ver no vídeo é que os faróis serão de LED e a moto terá cortes angulados e retos, lembrando os heróis de quadrinhos japoneses. Já o motor deverá ser monocilindro.

Esse modelo, de alto impacto, com certeza mexerá com o mercado nacional de motos, trazendo muita tecnologia e acessórios que vão deixar os fãs da marca de queixo caído, com itens especialmente para quem gosta de aventura. Não se sabe estimar também o valor da nova esportiva, mas o que já se sabe é que ela será de alto padrão.

Acredita que ainda neste ano, por volta de outubro, a nova esportiva da Honda já estará a disposição para compra na Ásia e só em 2017 na Europa.

Honda

Com 65 anos de mercado, a marca Honda se tornou grande no mundo. Pode-se dizer que ela é uma combinação de tecnologia com respeito ao meio ambiente, trazendo uma gama bem diversificada de produtos aos seus clientes. No total são 474 afiliadas e subsidiárias da marca em todo o mundo, sendo 72 unidades que produzem e 35 Centros de Pesquisa. Pode-se contar por volta de 190 mil funcionários, que levam consigo os lemas da empresa. Seu criador, Soichiro Honda, acreditou no poder de sonhar e levou este tema ao slogan da marca: “The power of dreams”.

Já no Brasil, a sua história se iniciou em 1971 com a importação e em 1976 com a produção no Amazonas, em Manaus.

Gostou do nosso post? Então comente suas experiências conosco! Esperamos que tenha curtido saber mais sobre a nova moto esportiva da Honda!

Kika Akita


Modelos chegam de visual novo e preço mais alto.

As três versões da linha CB 500 – naked, esportiva e crossover – receberam um novo visual, além de melhorias nas suspensões. Os modelos foram criados pensando-se num custo mais acessível e pilotagem descomplicada.

Os três modelos da Honda 500 cc, naked CB 500F, esportiva CBR 500R e crossover CB 500X foram totalmente repaginadas para se tornarem atuais, com um design moderno, novos desenhos, suspensão melhorada e maior capacidade no tanque de combustível. Também foram feitas melhorias nas lanternas e farol de LED.

No mês de julho as três novas versões estarão entrando no mercado brasileiro com muitas melhorias, mas com preço bem mais salgado, o trio chega com preços parecidos, a naked 500F será vendida por R$ 26.000 ou R$ 28.000 já com ABS, já a esportiva versão única com ABS custará R$ 29.900, bem como sua irmã CB 500X ABS, também poderá ser adquirida por preço semelhante, R$ 29.900. A boa notícia é que o serviço da Honda Assistence estará disponível em todo território nacional para prestar assistência ao trio de motos 500cc e a vigência de sua garantia agora se estendeu por três anos.

A mudança maior aconteceu mesmo no visual das motos CB 500, com a repaginada elas ficaram com formas mais cheias de detalhes e atualizadas, desenhos modernos e cores que dão mais vida aos modelos.

Naked CB 500F

O que antes era simples agora ganhou um moderno conjunto óptico de LED com a carenagem do farol mais consistente. Também ganhou um tanque de combustível moderno e maior de 16,7 litros e linhas mais retas na rabeta, com duas entradas de ar. A nova naked 500F agora possui um ronco mais possante, o que deixará o comprador empolgado. A versão mais barata, sem freios ABS, custará R$ 26.000 e será vendida somente na cor preta, porém, a versão com ABS custará R$ 28.000 e terá como opções as cores branca, preta e vermelha.

Esportiva CBR 500R

O modelo atual está com aparência mais ousada e atual até nas cores. A venda da esportiva será apenas com freios ABS no valor de R$ 29.000, com opção da cor preta com grafismo laranja ou na cor vermelha com grafismo laranja e branco. A nova esportiva, além de moderna, vem com melhorias na suspensão, regulagem no manete de freio e está 12% mais cara.

Crossover CB 500X

No visual foi a menos beneficiada, continua igual a versão anterior. Sem motivos aparentes a Honda não quis usar os mesmos grafismos ousados e modernos na crossover, deixando inclusive a ponteira cromada e ‘antiquada’. Mas na mecânica os ajustes melhoraram, com regulagem de suspensão e ajustes de freios. O tanque aumentou para 17,7 litros, além de novo parabrisa 100mm mais alto.

Para quem tinha expectativas a respeito da nova crossover terá que se conformar com as cores vermelha e branca, além do preço salgado de R$ 29.900, com freios ABS.

Por Ruth Galvão


Nova motocicleta conta com freios ABC e irá preencher o espaço entre os modelos Bros 160 e XRE 300.

A Honda anunciou recentemente a chegada de uma das motos mais esperadas de 2016. Trata-se da nova XRE 190, que promete preencher o vácuo que existia entre a Bros 160 e a XRE 300, levando em consideração a performance e o preço. O mais recente lançamento da Honda já se encontra disponível no mercado desde o dia 06 de maio. O preço sugerido da nova XRE 190 é de R$ 13.300. A moto é disponibilizada em versão única com freios ABS na dianteira e nas cores vermelho, preto e verde.

A montadora japonesa destaca que a moto intermediária foi projetada a partir de uma base totalmente nova. Seu chassi é de berço semi-duplo. Um dos principais destaques é, sem sombra de dúvidas, o motor inédito. A XRE 190 é equipada com o motor monocilíndrico refrigerado a ar que dispõe de 184,4 cc, injetado, que é capaz de entregar até 16,4 cv e 1,66 kgfm de torque através de etanol. O câmbio é de cinco marchas.

Outro destaque deste lançamento da Honda é o seu peso: apenas 127 kg. Em relação às suspensões, saiba que neste quesito a XRE 190 é bastante convencional: conta com garfo telescópio na dianteira, com 180 mm de curso, além de monoamortecimento na traseira, que possui 150 mm de curso. São 241 mm de altura livre em relação ao solo e banco a 836 mm do chão.

Os freios a disco estão presentes nas duas rodas, sendo que o sistema ABS é integrado apenas na roda dianteira. Segundo a montadora, os freios a disco são suficientes para resolver grande parte dos problemas resultantes de frenagem, até mesmo em pisos sujos. A roda dianteira é de 19 polegadas com pneus 90/90 e a traseira é de 17 polegadas e pneus 100/90.

Já em relação ao design, saiba que a nova XRE também se destaca bastante neste ponto. A sua dianteira, por exemplo, conta com faróis, para-lamas e carenagem projetados de forma exclusiva para este modelo. A traseira, por sua vez, lembra bastante a XRE 300, o único detalhe diferente é a lanterna. O painel central é digital por completo, sendo que nesta versão o mesmo é acompanhado de um medidor de consumo médio.

Por Bruno Henrique


Motocicleta chega com pequenas mudanças visuais e novos comandos.

Apesar da descontinuação do modelo Street CB 300R, a motocicleta Honda XRE 300 permanece na liderança do mercado on/off road, onde apresenta sua nova versão 2016, que chega ao mercado com pequenas mudanças visuais e de alguns comandos.

A aventureira da marca japonese precisou se adequar às novas regras de emissões de poluentes (PROMOT 4), o que gerou uma pequena perda de potência em seu propulsor DOHC, o qual permanece com a tecnologia flex e sistema de refrigeração a ar. Segundo a montadora, o motor possui 291,6 cc, 25,4 cavalos e 2,76 kgfm a gasolina e 25,6 cv e 2,80kgfm a etanol. Anteriormente a motocicleta desenvolvia 26,3 cavalos e 2,85 kgfm de torque.

O motor apresenta um novo diagrama de válvulas com novos ressaltos nos comandos, novo ângulo de abertura de válvulas e melhoras no arrefecimento do mesmo.

A grande novidade da versão 2016 fica por conta de seu painel digital totalmente renovado, que agora possui fundo preto e letras brancas, do tipo blackout, como as telas dos smartphones, trazendo um visual moderno. O modelo também ganhou novos punhos e comandos do guidão, assim como, a inserção de um lampejador.

Seguindo as novidades do painel, a XRE 300 apresenta um novo reservatório de combustível, juntamente com novas abas de proteção com linhas mais angulosas e uma inédita tampa de combustível articulada estilo aviador, que proporciona um aumento de 13,6 litros para 13,8 litros de capacidade de armazenamento.

No restante da motocicleta não houve nenhuma novidade, a ciclística se mantém a mesma. As suspensões permanecem do tipo telescópica e monoamortecida, na dianteira e traseira, respectivamente. Também apresenta frenagem a disco nas duas rodas e oferece uma versão com freios C-ABS, que garante maior segurança de frenagem.

Dando continuidade às novidades, A Honda passa a oferecer aos clientes a garantia de fábrica de três anos, sem limite de quilometragem para a XRE. Contando ainda com troca de óleo grátis em sete revisões.

O modelo atual possui novos preços sugeridos em relação ao modelo 2015. A versão standard (freios sem ABS) é oferecida nas cores vermelha metálica, branca e preta fosca, ao preço de R$ 15.560 – anteriormente era comercializada pelo valor de R$ 14.936. Já o modelo com freios C-ABS é comercializado ao preço de R$ 17.039 – anteriormente era de R$ 17.750. Vale ressaltar que esta versão é a única a oferecer a roupagem “Rallye”.

Os valores são referentes ao preço sugerido na região de São Paulo, para pagamento à vista, e não inclui despesas com frete e seguro.

Por Wendel George Peripato





CONTINUE NAVEGANDO: