Novo modelo mostra o futuro da linha Teneré.

O Salão de Milão 2017 foi palco da apresentação da nova versão do modelo Teneré, a "Yamaha T7 Concept".

O nascimento desta "máquina" foi possível graças ao empenho de um grupo de engenheiros e desenhistas de três países. Na França temos o time oficial de Rally, na Itália um centro de pesquisa e desenvolvimento e na Holanda um laboratório de design. Eles receberam a missão de construir uma moto que suprisse todas as necessidades de um piloto numa aventura, mostrando o futuro em duas rodas nesse estilo.

A T7 foi construída com um novo quadro e novas suspensões, tendo um potente motor, chamado "CP2" de 700 cm³, para acompanhar. O tamanho e a capacidade foram projetadas para percorrer estradas e outros tipos de terrenos, estilo "Rally Dakar".

A nova versão adventure da Teneré possui uma rabeta alta e pequena, um tanque de combustível largo, reservatório de combustível em alumínio e quatro projetores de LED como farol. A carenagem e o protetor de cárter são de fibra de carbono. Para terminar, suspensão KYB Racing e escape artesanal Akrapovic.

Com uma verdadeira característica de moto de rali, a T7 não teve os detalhes técnicos revelados pela montadora e as vendas estão previstas para 2018.

A Yamaha quer alcançar a perfeição em moto, que seja ótima para longas viagens e que tenha uma durabilidade maior em todos os terrenos. Uma combinação perfeita de tecnologia e design contemporâneo..

A Teneré surgiu há 33 anos, com a XT 600Z, após o sucesso desta moto no "Rally Paris-Dakar" e entre os anos de 1984 e 1994, 61 mil unidades foram vendidas na Europa. Um enorme tanque de combustível era capaz de levar esta moto a longas distâncias sem reabastecimento, mas o peso proporcionado por isto era um pequeno problema para os terrenos em trilhas. O motor era um outro enorme diferencial, com uma característica forte e rápida. A família "Teneré" já passou por várias mudanças e os motores de 250, 660 e 1200cc fazem parte desta potência.

Para os amantes de aventuras em duas rodas, seja em estradas ou em trilhas, a nova Teneré promete surpreender os seus futuros proprietários.

Por: Fernando Dias


Modelo tem visual inspirado na Yamaha YZF-R1.

A famosa montadora japonesa Yamaha revelou na última quinta-feira, na semana passada, dia 13 de outubro, na Europa, uma novo modelo de moto esportiva, a YZF-R6.

Além de ter sofrido diversas modificações em sua parte mecânica, a esportiva também ganhou um novo desenho, o qual teve como inspiração a sua irmã maior, a famosa Yamaha YZF – R1.

O novo modelo da motocicleta agora está equipado com freios ABS modernos; sistema para trocas de marchas, conhecido como “quick shifter”, que é muito mais indicado para utilizar em estradas fechadas; controle de tração e também controle de pilotagem juntamente com um sistema chamado ride by wire, ou seja, que não possui cabos e conta com três regulagens, além de contar também com um novo sistema de suspensão.

A motocicleta está com uma nova suspensão na parte dianteira, a qual manteve o garfo ajustável, porém, ao invés de utilizar bengalas de 41 mm de diâmetro, passou a fazer uso de uma peça com 43 mm. Na parte traseira conta com um sistema ajustável monochoque.

Sem contar também que o modelo agora possui de série novas carenagens, o que segundo a fabricante melhorou a eficiência aerodinâmica em até 8 por cento. Além disso, a montadora também redesenhou o tanque de combustível da nova YZF – R6 para que a moto pudesse andar ainda melhor, diminuindo assim a resistência ao vento dianteiro.

Na questão de frenagem, o modelo conta na parte dianteira com 10 mm a mais, passando a ter agora um diâmetro de 320 mm. Entretanto, a motorização ainda continua a mesma, com 4 cilindros, totalizando 599 cilindradas, porém, a empresa ainda não fez nenhuma divulgação com relação a sua potência.

A moto também teve alterações em seu assento, o qual recebeu uma nova inclinação, que acabou mudando a ergonomia para o motociclista.

A estreia mundial do modelo acontecerá em novembro, no próximo Salão de Milão (EICMA).

A montadora japonesa até agora não divulgou nenhuma especificação técnica, detalhe com relação ao seu desempenho ou dados sobre o consumo de combustível da nova R6, o que deixa os consumidores bem ansiosos a espera de informações da moto japonesa.

FILIPE R SILVA


Modelo foi apresentado no Vietnã e não deve ser produzido, servindo apenas de inspiração para novos projetos.

Uma moto que une uma aparência retrô, juntamente com toda a modernidade na sua concepção e nos detalhes. É isso que a Yamaha, uma companhia japonesa conhecida mundialmente e fabricante de um extenso leque de produtos também na área de motocicletas, apresentou no Primeiro Salão de Motos.

O evento, que aconteceu até o dia 10 de abril na cidade de Ho Chi Minh, no Vietnã, foi o palco escolhido para que a marca mostrasse seu mais novo protótipo, em uma linguagem que transpira design e dinamismo, tudo regado com uma pitada de passado. O 04GEN, nome dado ao modelo, possui um motor de 124,8cm³ e surpreendeu ao ousar nos aerofólios, trazendo para o público dois painéis móveis e transparentes nas laterais, dando a ideia de asas. Ainda, o farol, em conjunto a isso, foi idealizado de forma que se assemelhasse muito a um inseto.

Além do diferencial já comentado, o protótipo também possui uma carenagem e cobertura diferenciada. Isso porque o local também apresenta armação em resina transparente, objetivando assim mostrar os detalhes que nunca se viu na estrutura do veículo. Outra característica que demonstra a inovação constante nos modelos produzidos pela Yamaha é a utilização de um smartphone como painel para a apresentação de dados da motocicleta.

Todavia, tanta modernidade vem acompanhada também de um conceito retrô, remetendo à imagem que se tem das antigas scooters italianas da marca Vespa. O passado pode ser visto e sentido também no acabamento em couro usado para revestimento de banco.

Isso e muito mais é a 04GEN, unindo o velho e o novo. Com essa scooter, a Yamaha reforça mais uma vez a sua tradição na fabricação e criação de produtos inovadores no mercado, buscando sempre a excelência no desenvolvimento destes e, principalmente, primando em engenharia avançada para buscar os melhores resultados durante a sua locomoção.

A empresa japonesa, apesar de ter dado asas à sua imaginação, não irá, até onde se sabe, produzir a scooter-conceito. Todavia, não há motivos concretos divulgados pela organização do porquê disto. Porém, nota-se claramente a influência futurística que esta “obra de arte” acaba tendo sobre o futuro que nos aguarda neste setor. A 04GEN é uma verdadeira inspiração para os projetos que ainda virão e que estarão em breve circulando nas ruas.

Para saber mais, basta assistir ao vídeo abaixo:

Kellen Kunz


Modelo se destaca pelo visual futurista e faz parte da série de lançamentos da Yamaha até 2018.

Depois de sua apresentação oficial como conceito no Salão de Tóquio de 2015, a Yamaha MWT-9 deverá ser tornar realidade muito em breve. O conceito dessa moto acabou trazendo grandes expectativas em torno da mesma, bem como ansiedade por parte dos amantes de motos em relação ao seu lançamento. Segundo o CEO da Yamaha, Hiroyuki Yanagi, o conceito deve se tornar realidade em dois anos, no máximo. Caso ainda não a conheça, saiba que a MWT-09 possui três rodas e é a principal aposta da montadora japonesa para o mercado de triciclos.

Um detalhe importante é que este plano da Yamaha, o lançamento do conceito MWT-09, faz parte de um conjunto bastante ofensivo de uma série de lançamentos até 2018. A empresa japonesa busca um sucesso ainda maior através de novos conceitos e projetos futurísticos. A grande ideia por trás deste lançamento da Yamaha é, sem sombra de dúvidas, a busca por uma plataforma compartilhada para diversas motos. Vale ressaltar que este sistema de plataforma compartilhada já existe há bastante tempo entre os carros. Dessa forma, tal ação reduziria o número de chassis, além da diversidade de motor, sendo que ao mesmo tempo a Yamaha expandiria sua linha de produtos.

A Yamaha MWT-09 se destaca em diversos pontos. Um dos principais destaques está na sua motorização: a moto é equipada com o mesmo motor 3 cilindros de 850 cc e 115 cv da já conhecida Naked. Um dos diferenciais está no seu design, pois o mesmo é agressivo, arrojado e bastante futurista, haja vista a carenagem larga que vem equipada com faróis duplos e uma bola-para-brisa com inclinação fora do comum. Já a existência de duas rodas na parte dianteira é o que mais chama a atenção na MWT-09. Vale destacar que cada uma das rodas dianteiras é acoplada a dois garfos invertidos.

Outro ponto que deve ser destacado na MWT-09 é quanto à estabilidade da condução. Segundo a montadora, o segredo está no ângulo de inclinação, que foi maximizado pela suspensão dianteira para fora, que juntamente com o desempenho expressional em curva, haja vista as rodas dianteiras individuais, permite com que o piloto trafegue tranquilamente em diversos tipos de estradas e ambientes. Dessa forma, toda essa conjuntura promete curvas apertadas bem sucedidas.

Por Bruno Henrique


Modelo é inspirado no MT-07 e está sendo vendido na Europa por 7.890 euros.

Nesta última quarta-feira, dia 20 de abril de 2016, a grande e renomada fabricante de motocicletas Yamaha fez a apresentação na Europa da nova e inédita Yamaha Tracer 700. Este modelo utilizou como base a MT-07.

De modo diverso da Naked da qual foi originada, a Tracer 700 é caracterizada como uma motocicleta crossover, podendo até mesmo ser comparada como um SUV de duas rodas, pois ela foi projetada com suspensões mais diferenciadas, a fim de proporcionar aos condutores maior conforto para a realização de viagens mais longas, além do excelente conforto esta suspensão acabou deixando a motocicleta com um design mais aventureiro.

Segundo os dados que estão sendo divulgados pela própria fabricante, esta motocicleta aventureira com característica para transitar no asfalto possui um propulsor de 2 cilindros, o qual entrega ao veículo uma potência máxima de até 74,8 cavalos a 9.000 rpm e um torque de 6,9 Kgfm a 6.500 rpm, sendo que a cilindrada dessa motocicleta é de 689 cc.

O lançamento deste novo modelo pela Yamaha serviu para fazer a expansão da linha Tracer de crossovers, linha esta que já contava com a presença da MT-09.

A Tracer 700 foi projetada com a utilização do mesmo chassi e propulsor que foi utilizado na MT-07, mas ela acabou ganhando um visual bastante diferenciado, tendo em vista a inserção de um novo farol, bem como bolha na dianteira, características estas que foram projetadas por meio da inspiração retirada da Tracer 900. A fim de dar um entre eixos ainda maior para a Tracer, este modelo teve a sua projetada com um alongamento.

Além destes detalhes, na Tracer 700 a suspensão traseira teve o seu curso aumentado e para trazer uma nova proposta para este modelo, os engenheiros da Yamaha retrabalharam os amortecedores. Por enquanto esta novidade só está sendo comercializada pela marca no mercado europeu, sendo que por lá o seu preço está fixado em 7.890 euros.

O certo é que para quem é apaixonado por motocicletas e gostou do lançamento dessa grande novidade, em breve teremos novas notícias sobre o modelo e quem sabe até mesmo a grata satisfação de ter esse modelo em breve chegando ao mercado brasileiro.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: